Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Como eu gosto destes dias em que temos de comer coisas boas! É uma tremenda chatice... hihihihihihi!

Ainda por cima gosto de tudo: castanhas, batata doce e jeropiga. Hoje vamos ter pais e sogros cá em casa para ajudar a comer. O jantar vai ser coelho no forno (depois coloco a receita).

E como o saber não ocupa lugar, aqui fica a história de S. Martinho.

São Martinho, nasceu na Hungria, em 316 ou 317. Um dia, de regresso a casa, São Martinho cavalgava debaixo de chuva e granizo que caíam furiosamente. Quando atravessava as montanhas dos Alpes, Martinho encontrou um mendigo esfomeado, mal agasalhado que pedia esmola. O general ao ver o mendigo comoveu-se e como não tinha esmola para lhe dar, retirou o seu manto vermelho, espesso e quente que o protegia do frio e da chuva dando-lhe um golpe de espada e dividiu em duas estendendo uma das partes ao mendigo e agasalhou-se o melhor que pôde para continuar o seu caminho. Martinho continuou o seu caminho de regresso a casa, cheio de felicidade. Devido ao gesto de solidariedade, Deus presenteou-o fazendo desaparecer a tempestade. O céu ficou azul e surgiu um sol de verão, cheio de luz e calor.

São Martinho é considerado como o santo dos bons bebedores. É nesta atura do ano que se faz a prova do vinho novo acompanhado das respectivas castanhas. É por tradição, no dia 11 de Novembro que se prova o vinho novo e que se atestam as pipas.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes