Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há umas semanas, contaram uma história no infantário sobre um menino que perdia a chucha. No final, por iniciativa própria, alguns meninos quiseram deixar a chucha porque afinal já são crescidos. A educadora teve uma ideia muito gira: deixaram as chuchas numa caixa e se nessa noite conseguissem dormir sem ela, no dia seguinte tinham uma surpresa na caixa. Alguns meninos conseguiram, outros não.

Infelizmente o meu filhote não estava no infantário à hora que a história foi contada. Mas soube disto.

Às vezes, digo-lhe que tem de deixar a chucha porque faz mal aos dentes, à barriga, enfim, vou fazendo conversas sem grandes pressões.

Ontem à noite, enquanto lhe vestia o pijama, lembrou-se que amanhã queria deixar a chucha na caixinha e que amanhã dormia sem chucha! Fiquei surpreendida, mas sem grandes expectativas.

Contei esta conversa à auxiliar quando o deixei esta manhã. Ao final da manhã, foi então deixar a chucha na caixa.

Mas foi uma tentativa sem sucesso... Ainda por cima tem chuchas diferentes, por isso ele sabia bem que deixou lá uma azul e que cá em casa havia uma branca. Expliquei-lhe bem explicado que assim não vai ter uma surpresa. Escolheu a chucha, já não quer a surpresa.

Foi a primeira tentativa. Nunca o pressionei para nada: nem para falar, nem para andar, nem para largar as fraldas, sempre fez tudo ao seu ritmo. Sou da opinião de que eles têm de tomar as suas próprias decisões e aceitar as consequências (dentro de certos limites, como é óbvio). Espero que também seja assim com a chucha (e que não demore muito).

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Fatia Mor a 09.11.2015 às 16:23

Coitadinhos! Custa tanto esta fase! Tive a sorte de nenhuma ter querido chucha nem de ter chuchado no dedo (é bem mais complicado de gerir).
Vai tentando com paciência. Há quem diga que o melhor é fazê-las desaparecer, arrancar a coisa tipo penso em ferida, outros que é melhor fazê-lo suavemente, respeitando as vontades da criança. Estimula-o a procurar outras formas de consolo, dá-lhe reforço positivo quando não a usa e desdramatiza quando ela ficar esquecida.
Se for para tirar de vez, vão ter que ter paciência, mas tudo passa ao fim de alguns dias!

Boa sorte (e vê o título, diz chuva!).
Imagem de perfil

De pequenosencantos a 09.11.2015 às 22:22

nem tinha reparado. Obrigada!
Eu sou apologista de tirar quando a criança alinhar também. E o problema é que ele chucha no dedo... eu dou com ele de noite a chuchar no dedo... pior: ele, a dormir, tira a chucha da boca e põe o dedo e depois volta a pôr a chucha!!! Completamente a dormir! Vai ser um assunto complicado este.
Imagem de perfil

De omeumaiorsonho a 09.11.2015 às 22:20

Concordo contigo pois quanto mais pressão fazemos menos sucesso temos!!
Sem imagem de perfil

De sofiaguerreira a 10.11.2015 às 05:52

Oh oh,que pena ter sido uma tentativa falhada,mas tens razão naquilo que dizes,quanto mais se sobrecarregam as crianças,pior é para elas!! Beijinhos e feliz terça-feira!!
Imagem de perfil

De Niki a 10.11.2015 às 08:18

É melhor ser por iniciativa, porque conheço uma mãe que retirou a chucha aos 3 anos a força, do nada escondeu e disse que não sabiam dela... o miúdo agora roí as unhas... porque roía a chucha...

Comentar post





Comentários recentes