Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Se podia continuar a correr bem? Poder podia, mas não era a mesma coisa.

Sinto-me a pior mãe do mundo.

 

Ontem ficou bem. Avisei-as que ele tinha acordado de madrugada, para ficaram preparadas para birras ao final da manhã. Perto do meio-dia, ligaram para o ir buscar mais cedo porque estava cheio de sono. Quando cheguei, estava ao colo da educadora num pranto. Veio para o meu colo, acalmou-se e começou a sorrir. Tinha sono, queria o mimo da mãe. Não almoçou nada. Viemos para casa, ficou bem disposto e sem eu perguntar, ele disse: "gostei do infantário, mãe, quero ir outra vez".

 

Hoje ficou igualmente bem. Mas antes de sair, ouvi-o chorar. Queria ficar a brincar no jardim, mas não podia. Vim para casa de coração apertado e de lágrimas nos olhos.

Mensagem da educadora às 11h, a dizer que ele estava triste, para o ir buscar ao meio-dia. Cheguei e vi uma imagem que não me vai sair da cabeça tão cedo: no refeitório, os amigos a almoçar e ele sentado a um canto, de chucha e olhar triste. Não quis comer. Viu-me e veio até mim, eu desatei a chorar. Não consigo esquecer aquela imagem. Sinto-me a pior mãe do mundo.

A educadora diz que ele passou a manhã no colo delas, nem quis brincar no jardim. Só pedia a mãe. Ainda lhe mediram a febre. Quando a educadora estava a mandar-me a mensagem, ele perguntou se era para a mãe. Passou a manhã assim: colo e a pedir a mãe. A educadora diz que é normal: já passou a novidade, tem de ser aos poucos.

Ele diz que quer voltar. Ainda bem.

 

Tenho o coração despedaçado. Está a ser o desafio mais difícil da minha vida.

Ainda bem que amanhã é fim de semana... não sei se amanhã seria capaz de o lá deixar, depois da imagem de hoje.

 

Quanto à pele, está pior. As borbulhas são minúsculas, vermelhas e já estão pelo corpo todo. Daqui a umas horas vamos a uma consulta de dermatologia.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

De green.eyes a 04.09.2015 às 14:46

Já vi que está a ser pior para a mãe do que para o filho ...
Com o passar ambos vão-se habituando ...

Bom fim de semana
Imagem de perfil

De A Miúda a 05.09.2015 às 11:04

O meu nunca tinha chorado por ficar no infantario. Este ano com a transiçao da sala que é noutra parte, chora e diz que não quer la ficar.
Tanto me gabava que sempre tive essa sorte e olha, este ano aconteceu-me a mim. Ainda ontem uma das educadoras (é de outro ano mas de manha estão todos juntos) foi a minha caixa e teve a dizer-me que é normal eles estranharem e alguns nao gostarem mas o Rodrigo ninguém estava à espera, depois estive a explicar-lhe que ele é de rotinas e tem de se ir com calma, contei-lhe que para ir para a minha rua ha 3 caminhos e se vamos pelo que ele não esta habituado desata a chorar a dizer que nao é por ali, e ela concordou, que ele é mesmo de rotinas e tem de se ir com calma.

Vais ver que o teu filho vai começar aos poucos a dar-se com os outros meninos e a habituar-se a estar longe de ti. Quando la fores po-lo experimenta ficar a falar com as educadoras à frente dele para ele ver que são pessoas de confiança e que são tuas amigas, nao te venhas logo embora, fica la um pouco a falar e antes de ires chama-o para te dar um beijinho e diz-lhe que vais busca-lo depois do almoço mas que para isso ele tem de comer.
Imagem de perfil

De pequenosencantos a 05.09.2015 às 15:31

Obrigada pelas dicas, mas isso é o que já faço. Fico sempre a falar um pouco com elas, depois vou pedir-lhe um beijinho e ele fica na boa. Ele gosta delas, isso já eu percebi. Não sei o que lhe deu ontem, até porque ele quando estava a sair de lá disse "gostei do infantário, mãe" e diz que quer ir outra vez... acho que ontem foi mesmo saudade e carinho de mãe que ele precisava. :-/

Comentar post





Comentários recentes